Na hora da compra, o que é melhor: imóvel novo ou usado?

Na hora da compra, o que é melhor: imóvel novo ou usado?

A retomada da economia e melhores oportunidades no mercado imobiliário criaram um cenário excelente para quem deseja realizar o sonho de adquirir uma casa ou apartamento. Esse momento é muito importante na vida de muitas pessoas, mas também é repleto de dúvidas. Entre elas se é mais vantajoso comprar um imóvel novo ou usado.

Nesse cenário, é preciso analisar uma série de aspectos para não haver arrependimento futuro nem perda financeira. Por esse motivo, neste post, apresentamos as vantagens de cada um para servir como um guia em sua decisão. Confira!

Possibilidade de personalização

Poder personalizar o imóvel significa deixá-lo do jeito que sempre sonhou. Isso é possível quando se opta por um apartamento na planta. Algumas construtoras oferecem plantas flexíveis quanto ao layout e também programas de personalização de acabamentos, como revestimentos, pisos, metais e louças de acordo com seus gostos e necessidades.

Isso significa que você pode optar por itens específicos para montar a base da sua futura decoração. Pode-se, por exemplo, optar por um quarto a mais, duas suítes, entre outros. Para deixar um imóvel usado da forma como deseja, provavelmente será preciso fazer uma grande reforma, além de um maior investimento — e nem sempre o resultado final é o esperado.

Manutenção

Entre as maiores vantagens em comprar um imóvel novo está o fato de que você terá acabamento e instalações totalmente novos, como pintura, revestimentos e cerâmicas. Diferente de um imóvel antigo, cujas instalações elétrica e hidráulica precisarão passar por revisão e reparos, resultando em um “quebra-quebra” nas paredes.

Além disso, esse tipo de imóvel requer manutenção frequente, o que representa mais gastos. Até há alguns anos, as pessoas não usavam muitos eletrodomésticos. Por isso, construções mais antigas não contam com tantas tomadas, e a parte elétrica é mais frágil.

Valor de revenda

Um dos fatores que devem ser observados com atenção ao escolher um imóvel para comprar é a sua valorização com o passar do tempo. Como os imóveis usados já têm desgastes na estrutura e nos acabamentos, uma construção recente costuma apresentar um valor de revenda maior.

Também há o fato de que os imóveis com poucos anos de uso foram projetados para atender às necessidades atuais. Então, contam com mais opções de lazer e melhor estrutura física, que valorizam qualquer propriedade.

Ainda, a compra de um imóvel também pode ser vista como um excelente investimento. Para isso, os lançamentos imobiliários são ótimas alternativas. O preço de um apartamento na planta é mais barato que o de um pronto. Então, você pode comprar, investir nos acabamentos para valorizá-lo e revendê-lo a um preço maior.

Segurança

Devido ao aumento da violência nos grandes centros urbanos, a segurança é uma das prioridades ao escolher um lugar para morar. As residências novas, principalmente quando pertencentes a um condomínio, contam com sistemas modernos de segurança, como: câmeras de monitoramento, controle de acesso, portaria virtual, garagens com portões eletrônicos e outros diferenciais.

Área de lazer

Os condomínios modernos contam com uma área de lazer completa, como piscina, salão de festas, espaço gourmet, quadras poliesportivas, spa e academia. Toda essa infraestrutura dificilmente é encontrada nos mais antigos — que, em geral, têm apenas um playground e uma churrasqueira simples.

Essa comodidade garante o bem-estar e melhora a qualidade de vida dos seus moradores. Afinal, é possível passar bons momentos, fazer reuniões com os amigos e se exercitar sem sair do condomínio.

Condições de pagamento

A maioria das pessoas recorre ao financiamento para comprar um imóvel. Nesse processo, os bancos analisam a situação do comprador, da construtora e também do imóvel. Por essa razão, as unidades novas apresentam vantagem porque há mais chances de ser aprovada para a linha de crédito imobiliário.

Isso porque os imóveis usados sofrem mais restrições na aprovação pelo fato de terem problemas e desgastes estruturais. Alguns ainda têm problemas com a documentação. Outro ponto a ser observado é que as condições de pagamento para as construções novas tendem a ser melhores. Normalmente, elas podem ter 90% do seu valor financiado, enquanto as antigas têm cerca de 70%.

Garantia

A maioria das construtoras oferece garantia do imóvel para os primeiros anos de uso. Geralmente, ela faz a cobertura de defeitos em metais sanitários, infiltrações, problemas em portas e janelas, vazamento e falha nos elevadores. Esse benefício não pode ser oferecido para quem compra imóveis usados. Ou seja, se houver qualquer problema, o morador deverá arcar com todos os custos do reparo.

Documentação

A aquisição de um apartamento envolve uma série de documentos. Contudo, quando a compra é de um imóvel usado, a tarefa é mais complicada, pois exige atenção redobrada em certos detalhes. É fundamental verificar se toda a documentação está em ordem. A escritura deve estar devidamente registrada no Cartório de Imóveis e sem qualquer ônus, como penhora, alienação fiduciária ou hipoteca.

Dessa maneira, a burocracia fica apenas entre a empresa e o comprador, não precisando envolver cartório ou antigo proprietário.

Custo-benefício

De fato, os imóveis novos são mais caros. Entretanto, têm melhor custo-benefício. Afinal, não será preciso pagar por grandes reformas para deixá-lo adequado ao seu gosto, a manutenção é dispensável nos primeiros anos, além de não ser preciso se deslocar para longe para aproveitar boas áreas de lazer. Além disso, oferecem melhores condições de pagamento e mais facilidade para conseguir aprovação no financiamento.

As unidades novas também contam com meios de utilizar os recursos naturais com maior eficiência, reduzindo os custos com água e luz, mesmo tendo maior capacidade elétrica e hidráulica que os antigos.

Portanto, se você tinha dúvidas sobre comprar um imóvel novo ou usado, viu que o primeiro apresenta mais vantagens em diversos aspectos. A aquisição de uma casa ou apartamento envolve altos investimentos de capital financeiro e emocional. Por isso, é fundamental elaborar um bom planejamento e analisar com cuidado todos esses aspectos para realizar uma ótima negociação imobiliária e evitar futuros incômodos.

Gostou do artigo? Então, aproveite a visita no blog e leia nosso post para descobrir de que forma a localização do imóvel interfere na qualidade de vida dos seus moradores. Boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *