O início na Construção Civil, por Milton Bigucci

No dia 19/5/2021, Milton Bigucci, nosso presidente, completou 60 anos na Construção Civil. E para compartilhar conosco um pouco de sua história, Milton escreveu crônicas em memória às experiências de vida e no segmento. Acompanhe!

Em 1961, quando eu cursava o último ano de Contabilidade na escola Modelo, da Via Anchieta/SP, apareceram os engenheiros: Dr. Enio Monte e o Dr. Szymon Golbfarb, procurando um jovem para trabalhar na contabilidade da construtora deles, a Itapuã Comércio e Construções Ltda. No dia seguinte me apresentei, fiz o teste e passei. Depois descobri que fui o único a me apresentar.

Comecei a trabalhar no dia 19 de maio de 1961, data do meu registro em carteira na Construtora Itapuã, que na época se chamava Ipê Engenharia. A empresa, hoje extinta, ficava no Bairro do Ipiranga/SP.

Quando ingressei na construção civil eu tinha 19 anos de idade e não imaginava que seria nesta área que construiria minha família e minha própria construtora. Após passagens também pelas empresas Mercedes Benz e Molas C. Fabrini, trabalhei por mais de 20 anos na construtora Itapuã, de onde somente saí para fundar a minha querida MBigucci em 1983.

A MBigucci começou com um predinho de quatro andares e sem elevador, o Ed. Gláucia, no Residencial Vl. Liviero, em São Paulo (16 apartamentos, de 2 dormitórios). Vendi esse prédio a preço fixo, para quatro amigos meus, três da Mercedes e outro grande amigo pessoal até hoje, o Fernando Ortega. O Governo Federal, através do Presidente José Sarney, no início de 1986, determinou o congelamento de preços, com uma canetada, e eu acreditei. No final de 1986 o Plano Cruzado foi para o brejo. Tive prejuízo na minha primeira obra, assim como foi com meu primeiro salário da vida, que eu não recebi. Mas entreguei a obra no prazo, honrando meu compromisso. Valeu a experiência.

Foi trabalhando neste setor que conheci minha esposa, Sueli Pioli Bigucci. Casamos em 1969 e no dia 3 de maio de 2019, completamos bodas de ouro. Temos 4 filhos, Roberta, Milton Junior, Marcos e Marcelo, que junto com dois sobrinhos, Robson e Rubens, nos ajudaram a construir a MBigucci. Todos entraram meninos, como office boy/girl na MBigucci e hoje são nossos diretores, o Rubinho saiu em 2019, decidiu se aposentar. Graças a Deus formamos uma empresa sólida, transparente e pés no chão. Já construímos mais de 10 mil unidades, onde moram cerca de 30 mil pessoas, mais que a população de muitas cidades brasileiras.

Seguimos em frente, trabalhando muito e ajudando a construir os sonhos de milhares de novas famílias, assim como construímos a nossa Família Bigucci.

“É uma honra completar 60 anos na Construção, segmento que tanto contribui para a Economia do nosso País. Fico feliz em saber que tenho uma equipe vibrante ao meu lado nesta trajetória!”


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *