Responsabilidade Social, Governança Corporativa e Inovação e Qualidade foram as maiores pontuações da construtora nos quesitos de avaliação

 

Pelo 5º ano consecutivo, a construtora e incorporadora MBigucci (www.mbigucci.com.br), com sede em São Bernardo do Campo, está entre as duas Melhores Construtoras do Brasil, segundo anuário “As Melhores da IstoÉ Dinheiro – 2018”. A publicação já está disponível nas bancas de todo o país.

A avaliação considerou cinco critérios para premiar as vencedoras. Nos critérios Responsabilidade Social, Governança Corporativa e Inovação e Qualidade, a MBigucci ficou na primeira colocação em 2018, com as maiores pontuações entre as construtoras concorrentes. Os demais critérios foram: Sustentabilidade Financeira e Recursos Humanos. Na classificação geral do setor, a MBigucci ficou na segunda posição, com o total de 435,75 pontos. Diferente dos anos anteriores, em 2018 não houve a separação da categoria “Capital Fechado” para o setor de Construção Imobiliária, ou seja, a concorrência englobou pequenas e grandes construtoras do país. A MBigucci foi bicampeã da premiação em 2015 e 2014 e ficou em 2º lugar em 2017 e 2016.

“Estamos muito orgulhosos em conquistarmos novamente espaço entre as grandes empresas que fazem parte do Ranking da IstoÉ Dinheiro. Continuamos acreditando no Brasil, inovando e investindo em nosso setor para gerar empregos e moradia. Tive a oportunidade de conversar aqui com o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, sobre a importância e necessidade de urgência da Lei que regulamenta os distratos para que a construção civil volte a crescer no Brasil”, destacou o presidente da MBigucci, Milton Bigucci, presente na premiação.

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, em conversa exclusiva com a equipe da MBigucci, ressaltou os trâmites da Lei que regulamenta os distratos: “Nós estamos fazendo toda a gestão para que seja aprovado. O projeto sobre os distratos já saiu da Câmara e está no Senado e espero que votem o quanto antes. O Brasil tem urgência. É um projeto importante e necessário que tem o apoio do presidente Temer e de todo o governo”, ressaltou Guardia.

O diretor de núcleo da IstoÉ, Carlos Sambrana, em seu editorial na publicação exaltou as empresas presentes na premiação e mencionou: “A Pesquisa Industrial Anual Empresas, coordenada pelo IBGE, apontou que 13,8 mil indústrias desapareceram entre 2013 e 2016. Ou seja, ainda que aos trancos e barrancos, as companhias que conseguiram sobreviver a essa maratona do caos e estão aqui hoje são vitoriosas.”

A premiação “As Melhores da IstoÉ Dinheiro 2018” ocorreu dia 13 de setembro, no Espaço Tom Brasil, em São Paulo, com cerca de 500 convidados e as presenças do ministro da Fazenda, Eduardo Guardia; do presidente executivo da Editora Três, Caco Alzugaray; do diretor de núcleo da Editora, Carlos Sambrana, do diretor editorial da IstoÉ Dinheiro, José Carlos Marques, além de outras autoridades. Entre as empresas premiadas no ranking de 2018 estavam: Telefônica Vivo, Ambev, Lojas Americanas, Bradesco e outras.

 

A imagem pode conter: textoNenhum texto alternativo automático disponível.

 

Diretores e colaboradores da MBigucci presentes na premiação “As Melhores da IstoÉ Dinheiro

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e terno

 

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé