Após a tão sonhada aquisição da casa própria junto à construtora, vem o momento de fazer o financiamento para quitar a dívida. Para alguns é considerado um período estressante e cansativo, mas, com organização, planejamento e informação é possível fazer todo o procedimento com tranquilidade e ainda escolher a melhor opção para seu bolso. A primeira coisa a ter em mente é que o financiamento é um empréstimo, e que a instituição credora, na sua maioria bancos, cobrará juros e irá se cercar de todas as garantias para que o empréstimo seja pago. Daí, o longo prazo para análise do crédito e aquela infinidade de documentos, certidões e declarações que são solicitadas e, normalmente, por mais de uma vez por algumas instituições devido à atualizações.

É importante ressaltar que só se pode analisar um financiamento após o empreendimento já ter o Habite-se e o Registro do Imóvel no cartório. Isto acaba causando uma grande ansiedade por parte do cliente, que vê seu prédio pronto, mas não pode mudar até todo o procedimento de financiamento estar em ordem”, explica Débora Margarete Carozzi de Aguiar, supervisora do Departamento de Contas a Receber da construtora MBigucci.

O que você precisa saber:

  • Assinatura do contrato: O tempo médio que se passa da entrega das documentações até a assinatura do contrato é de 30 a 60 dias. Entretanto, se houver restrição financeira ou problemas com documentações, o prazo, com certeza, se estenderá.
  • Taxas: É preciso reservar recurso para as taxas obrigatórias a serem pagas no momento da assinatura do contrato.

Para mais informações sobre financiamento, com passo-a-passo e dicas. Acesse: http://www.mbigucci.com.br/imagens/revistas/1-44 20revista 20ok_2892.pdf (páginas 8-10)